cronica - numero sete - mariana bertolucci - capa

Gosto do número sete, bem antes de saber que ele era cabalístico. Um dos culpados de tantas curiosidades e crendices envolvendo esse numeral pode ser Pitágoras, que afirmou que o sete era o número da perfeição, do sagrado. Poderoso, mágico, místico. Que indica processo de passagem.

Há quem associe à soma do 3+4, sendo três, o número da Santíssima Trindade e o quatro, representando os quatro elementos (água, ar, fogo e terra). Na Cabala, o número sete também tem um significado especial. Para mim, uma criança curiosa, mais “perguntadeira” que a Emília do Sitio, o sete era tão e somente o dia em que vim ao mundo e o do mês do meu aniversário.

Eu não gostava porque caía sempre nas férias escolares e quase sempre fazia muito frio no inverno gaúcho. Como minhas reclamações respingavam sempre na minha mãe, coube a ela me explicar e dissuadir o quanto era legal ter nascido sem planejar, já que ela me teve de parto normal, exatamente nessa data, independente da temperatura externa ou do quórum das minhas festinhas. 

Dona Dedé ainda me dizia que eu era muito estudiosa e que adoraria, ao longo da minha vida, descobrir todos os mistérios e histórias do tal sete. Desde então, passei a adorar o meu aniversário e prestar atenção no número sete. Com frio, sem frio, com festinha ou sem festinha.

cronica - numero sete - mariana bertolucci

Desde então, graças à explicação da minha mãe em um dos meus aniversários chuvosos e gelados no final dos anos 70, entendi que qualquer coisa que acreditamos de verdade pode ter impacto e força na nossa vida. 

A pandemia e o tempo livre, sem os apelos mundanos e humanos, me devolveram algo que sempre tive em mim, como bem já dizia minha mãe, a vontade de aprender e o gosto por estudar. Herdei dos meus pais o desejo e a curiosidade pelo conhecimento e também fui estimulada pelos dois a ler, aprender e a nutrir a minha curiosidade fazendo muitas perguntas. 

Entre uma dúvida e outra da minha coleção de pontos de interrogação, meu pai, me repetiu por toda a vida três coisas: “Não mente”, “Postura” e “Pensa antes de falar!”. Conversando, furungando, procurando, estudando e gargalhando de madrugada, com a Beta, minha parceira de noites debruçadas nos livros e resumos do vestibular, eu fui uma guria estudiosa e agitada. Na sala de aula e fora dela: provocando, errando, corrigindo, resumindo, explicando, repetindo, duvidando, articulando, discutindo, bagunçando, dividindo, tendo ideias, tentando entender todas elas e aprendendo também a mudar de opinião.

Então, hoje, no dia dos meus 47 anos, seguirei atenta aos conselhos da minha mãe que está até registrado no cartão de 27 anos dos meus amores da redação (acima, na foto) . Vou acreditar mais do que nunca na força do número sete na minha vida e fazer sete pedidos ao Cosmos no dia em que nasci (ainda não tenho certeza sobre a vida dos ETs como a rainha Rita Lee, mas com o Cosmos eu tenho trocado boa parte da minha energia ultimamente).

São eles: que sejamos eternamente humildes e abertos ao conhecimento, pois só ele liberta; que eu não deixe morrer a criança curiosa que fui um dia, mas que fale menos e escute mais; que entendamos a importância de motivar nossos filhos; que a educação e a saúde sejam prioridades no nosso país; e se não for pedir demais, por fim; não faça ou deseje o mal a NENHUM outro ser humano, não se aglomere e use máscara.

Obrigada pela leitura.
Você ter chegado até aqui sempre será o meu melhor presente.

Com amor,
Mariana Bertolucci

P.S.: E tem mais uma coisa. Olhem só o que achei por aí atrás do número sete!

  • 7 virtudes: Caridade, Esperança, Fé, Força, Justiça, Prudência e Temperança.
  • 7 pecados capitais: Avareza, Gula, Inveja, Ira, Luxúria, Preguiça e Soberba.
  • 7 sacramentos da Igreja Católica: Batismo, Confirmação, Eucaristia, Matrimônio, Ordem Penitência e Unção dos Enfermos.
  • 7 notas musicais divididas em 7 escalas, 7 pausas e 7 valores.
  • 7 cores do arco-íris.
  • 7 arcanjos: Ezequiel, Gabriel, Jofiel, Miguel, Rafael, Samuel e Uriel.
  • 7 dons do Espírito Santo: Ciência, Conselho, Entendimento, Força, Piedade, Sabedoria e Temor a Deus.
  • 7 glândulas endócrinas nos seres humanos: Hipófise, Pâncreas, Paratireoides, Sexuais, Supra-renais, Timo e Tireoide.
  • 7 chacras: Básico, Cardíaco, Coronário, Esplênico, Frontal, Laríngeo e Umbilical.
  • 7 Leis Universais: Amor, Correspondência, Evolução, Harmonia, Manifestação, Natureza e Polaridade.
  • 7 grandes mensageiros no mundo: Buda, Confúcio, Jesus, Krishna, Lao-Tsé, Moisés, Zoroastro ou Zaratustra.
  • 7 dias entre cada fase da lua.
  • Em 7 dias o mundo foi criado.
  1. Thaïs Bezerra says:

    Sensacional prima amada! Que crônica incrível do seu aniversário 07/07. Parabéns, parabéns! Felicidades e bênçãos no novo ciclo de vida. Que Nossa Senhora ilumine, guie e lhe proteja! Com amor, afeto e admiração! Bjokas Thaïs 🥰🌹❤️

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *