J

Josephina: point seleto do Festival de Gramado

Josephina - Ambiente

Há anos, artistas, diretores, produtores, convidados e público que visitam Gramado durante o Festival de Cinema escolheram o Josephina como recanto especial na cidade. 

Lá na casa da década de 1950, localizada na Rua Pedro Benetti, 22, é possível encontrar um ambiente acolhedor, descontraído e cheio de personalidade, além, claro, de excelente comida e a possibilidade de fazer almoço, jantar ou café das 11h30 às 23h. 

Sim, o Josephina, além da gastronomia e da experiência, é um lugar para se fazer aquele “almojanta” sem pressa, com qualidade de bistrô e conforto acolhedor que lembra casa de vó.

Para melhorar, neste ano a casa oferece uma carta de drinques toda nova e cheia de bossa, especialmente elaborada pelo barman Gustavo Wiesel, referência na Serra. São bebidas personalíssimas, gim tônicas com sabores especiais, perfeitos para acompanhar o happy hour no jardim do espaço, nos fundos da casa. 

Josephina - Drinque

Outro recanto bastante especial é a varanda da frente, com mesinhas boas para se curtir em dia de sol. O cardápio é aquele que meio mundo já conhece e retorna à cidade para degustar: carnes, massas e risotos cujos sabores dançam na sua boca e fogem do óbvio e comum oferecidos na serra gaúcha — prove o linguado com purê de mandioquinha do Josephina e você vai começar a querer ir a Gramado para comer… peixe!

O melhor é que a festa continua durante o ano todo, mesmo depois de passada a entrega de Kikitos. Em setembro, por exemplo, já vem o 11º Festival de Cultura e Gastronomia de Gramado, e o Josephina terá o seu Festin — um jantar especial que será realizado no dia 6 de setembro, às 20h. 

Dentro da programação do festival, o chef Rodrigo Acuña, um dos principais do Chile, vai cozinhar no Josephina, junto com sua equipe, que vem toda de Santiago para proporcionar um jantar harmonizado com vinhos VIK, uma das mais luxuosas vinícolas daquele país. 

Melhor reservar o seu lugar porque é véspera de feriado: (54) 3286-9778.

Por Andréa Lopes

CategoriasBá, que Lugar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *