A

Armandinho, leveza e paixão do início ao fim em Porto Alegre

Em Porto Alegre, no dia 16 de Agosto, Armandinho resgatou a nossa infância com seus sucessos.

Nascido na capital gaúcha, o cantor Armandinho, de 49 anos, trouxe para casa toda sua leveza e nostalgia ao cantar seus maiores sucessos dos anos 00’s. Logo nos primeiros segundos do show, o cantor pediu para a plateia ficar de pé, dançar e se divertir — o que foi prontamente atendido durante as 2 horas e 40 minutos de espetáculo.

Estar no show é como se nossos corações estivessem automaticamente sintonizados em uma estação de rádio dos anos 2000. Armando Antônio, extremamente apaixonado, relembra que suas músicas soavam românticas demais para as rádios e que, mesmo assim, resolveu botar sua alma nas faixas, gravando um de seus maiores sucessos “Ursinho de Dormir”. Se você tem mais de 20 anos, com toda a certeza foi impactado em sua infância e adolescência com a leveza de suas composições.


“Quando Deus te desenhou, ele tava namorando…”

Suas influências claras do MPB, Pop-Rock e Folk tornam o seu Reggae único. “Outra noite que se vai”, do primeiro álbum de estúdio, intitulado Armandinho, lançado em 2002, resume muito bem sua lírica romântica. O seu primeiro álbum, com mais de 100 mil cópias comercializadas, é certificado como disco de ouro pelas vendas.

O Araújo Vianna ficou pequeno para tantos sucessos! Os fãs de suas mais diversas idades não ficaram parados em nenhum momento, até mesmo nas canções mais melódicas, como “Sentimento” e “Desenho de Deus”, quando o público não hesitou em cantar. Grande parte dessa sintonia é colhida por um show intimista, porém com uma grande acústica que dá inveja em grandes cantores pop da cena nacional. 

“Sentimento para mim é documento de alguém que tem muito amor pra Jah!”

Natália Fagundes Mascarello, de 26 anos, disse ser fã do artista desde o seu primeiro álbum de estúdio — o qual pegou escondida de sua irmã para ouvir. Sua paixão pela simplicidade e energia do cantor fazem com que Natália acompanhe sua carreira desde o início. Já Victória Tomé da Cruz, de 21 anos,  disse que a jovialidade de Armandinho é revitalizante, pois no auge dos seus 49 anos não decepciona e se entrega do ínicio ao fim do concerto. 

armandinho e banda
armandinho encerra o show

Encerrando o show, a plateia pediu bis, e o cantor voltou para mais 15 minutos de música, vibrando e fazendo com que o público pulasse e dançasse mais do que nunca! Se você cresceu ouvindo Armandinho, com toda a certeza irá se identificar e sentir falta de um tempo que ainda está presente de forma radiofônica em nossos corações. O cantor anunciou um álbum novo ainda para 2019! Está ansioso?! Pois nós estamos! 

Por Matheus Rangel 
Fotos por Leonardo Freitas

CategoriasSem categoria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *